Motoristas de ônibus voltam a parar por falta de pagamentos

Após impasses nos repasses de verba, Prefeitura de São Sebastião anunciou quebra de contrato com a Ecobus

0
220
Motoristas
Motoristas entraram em greve nesta terça-feira (Fotos: Divulgação)

Motoristas de ônibus da empresa Ecobus, responsável pelo transporte público em São Sebastião, voltaram a entrar em greve nesta terça-feira (13) por atraso nos pagamentos dos salários e benefícios, como vale-transporte. A categoria já havia paralisado o serviço em agosto pelo mesmo motivo.

- Publicidade -

Motoristas

Os trabalhadores decidiram cruzar os braços em assembleia coletiva antes do expediente de hoje e nenhum ônibus saiu mais da garagem até o momento. Apenas o veículo responsável pelo transporte de enfermeiros foi liberado até o hospital.

De acordo com a ata da assembleia, a Ecobus alega que não tem verba para pagar o motoristas, pois não teria recebeido o repasse da Prefeitura de São Sebastião, mas a administração municipal nega. “Todos os repasses financeiros estão em dia com a Ecobus. Portanto, a greve dos motoristas é de responsabilidade da empresa, que não está cumprindo com o pagamento de sua folha salarial”.

Quebra de contrato

A prefeitura anunciou ainda a quebra do contrato com a empresa, que não deve mais comandar o transporte coletivo, a partir do dia 25 de outubro. Segundo a nota, a Ecobus já foi notificada da decisão, após apontamentos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), que julgou irregular a licitação que escolheu a concessionária.

A gestão municipal afirmou também contratou um estudo sobre a mobilidade urbana em São Sebastião e já iniciou o processo de contratação da nova empresa para realizar o transporte coletivo no município.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui