Ambiental flagra extração ilegal de areia em Caraguatatuba

Policiais visualizaram um caminhão basculante onde dois homens extraiam areia próximo ao leito de rio

0
201
Extração ilegal de areia foi flagrada em Caraguatatuba (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)

Após recebimento de denúncia anônima, policiais ambientais flagraram, nesta terça-feira (6),  a extração ilegal de areia ocorrida na Estrada Abra de Dentro, Pegorelli, região sul de Caraguatatuba.

- Publicidade -

Ao chegarem no local, os policiais visualizaram um caminhão basculante onde dois homens extraiam areia próximo ao leito de rio, o que caracteriza área de preservação permanente. Levantamento aponta desmatamento  em  0,02 hectares da vegetação nativa do Bioma de Mata Atlântica.

Indagados sobre a autorização dos órgãos competentes, o  proprietário do caminhão e o ajudante confessaram não ter nenhuma.

Diante do flagrante, foi registrado auto de infração ambiental pelo crime ambiental de destruir ou danificar floresta ou demais formas de vegetação natural ou utilizá-las com infringência das normas de proteção e por extrair de florestas de domínio público ou consideradas de preservação permanente, sem prévia autorização, pedra, areia, cal ou qualquer espécie de minerais.

O caminhão foi apreendido por ser objeto utilizado para prática do crime ambiental, porém, em razão de não possuir local para destiná-lo, foi deixado como fiel depositário ao proprietário.

Extração ilegal de areia foi flagrada em Caraguatatuba (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)

“A mineração é uma atividade que sempre provoca impacto ambiental, não há como escavar o solo atrás de minérios e não provocar impactos. A extração de areia, especialmente quando realizada sem regulação ou supervisão, pode danificar rios, causar erosão de praias e destruir ecossistemas costeiros”, explicou a Polícia Ambiental.

Ainda conforme a corporação, a areia do rio acaba atraindo extratores ilegais. Ela é considerada particularmente perfeita para o concreto porque é espessa e não contém sal, que pode provocar a corrosão de metal e outros materiais de construção.

“É importante destacar que a extração ilegal pode provocar a alteração do fluxo e da capacidade do rio e causar secas”, reforçou a Ambiental.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui