Candidato registra denúncia na Polícia Civil sobre vídeo racista

Em outra ação por racismo, Antônio Colucci pede indenização de R$ 20 mil contra secretária de Turismo de Ilhabela

1
177
racista
Polícia Civil de Ilhabela apura conteúdo racista contra prefeita Gracinha (Foto: Nova Imprensa)

O candidato a prefeito de Ilhabela, Antônio Colucci, registrou um boletim de ocorrência por calúnia e difamação sobre um vídeo com conteúdo racista atribuído a ele, que circula nas redes sociais. O caso foi denunciado na última segunda-feira (21) e deve ser apurado pela Polícia Civil.

- Publicidade -

Colucci forneceu informações sobre o número de celular que estaria criando e divulgando as fake news em grupos políticos da cidade, com o pseudônimo de Antony, e pede apuração do registro da linha para encontrar o responsável.

O material divulgado no Whatsapp acusa vários candidatos de corrupção e outros crimes, entre eles, Luiz Paladino de Araújo, Ditinho, Iraê Juliani e Valdir Veríssimo. O vídeo trata, ainda, a atual prefeita e candidata, Gracinha Ferreira, com insultos raciais, oferecendo Colucci como “alternativa” para a eleição.

 

“O vídeo é finalizado com uma imagem da nossa pré-campanha oficial, disponível a qualquer pessoa em nossas redes sociais, e com a mensagem ‘Ele está voltando’, dando a falsa impressão de que a produção ou a idealização seria a mando do nosso grupo político, o que é uma grande inverdade”, declarou Colucci.

Mais conteúdo racista nas redes

Outro vídeo com conteúdo racista contra a prefeita Gracinha já vinha circulando anteriormente na cidade, atribuída ao mesmo candidato. Nesta ocasião, o material teria sido compartilhado pela secretária de Turismo, Bianca Colepicolo, que virou alvo de ação judicial.

Antônio Colucci acusa a chefe da pasta de calúnia e difamação e pede indenização de R$ 20 mil pelo caso. Segundo o processo, ela teria divulgado o vídeo, no dia 23 de janeiro de 2020, no grupo de WhatsApp “LN – Só Litoral”, com mais de 180 integrantes.

“Não havendo, até o presente momento, qualquer tipo de retratação pela ré, tão pouco tentativa de solução amigável da calúnia e difamação lançadas, alternativa não resta ao autor senão socorrer-se ao Judiciário a fim de ver sua honra perfeitamente restaurada e, de alguma forma, a ré impedida de praticar novamente atos desabonadores como o que trazemos à vossa colação” concluí o advogado de Colucci na ação.

1 COMENTÁRIO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui