Grupo promove ação contra retomada das aulas em São Sebastião

Litoral Norte registra mais de 3 mil casos confirmados de Covid-19, com quase 100 mortes e 110 pessoas internadas

7
1498
aulas
Estado ainda não confirmou retomada das aulas prevista para setembro (Foto: Divulgação)

Um grupo de pais de São Sebastião iniciou uma petição online contra a retomada das aulas presenciais, prevista para 8 de setembro no Estado de São Paulo. O abaixo-assinado, que conta com cerca de 1 mil assinaturas, é endereçado ao governador João Dória, como forma de conter uma possível contaminação em massa pelo novo coronavírus (Covid-19).

- Publicidade -

O documento solicita a permanência das aulas remotas, enquanto não surgir uma vacina contra a doença. “Esse movimento de retorno põe em risco a vida de milhares de crianças, adolescentes, professores e outros profissionais, além de seus familiares. Não há nenhum estudo ou pesquisa científica que comprove a eficiência de medidas de distanciamento dentro de uma escola”, destacou a líder do movimento, a estudante de pedagogia, Marcela Siciliano, de 42 anos.

Moradora de São Sebastião, ela afirma que a preocupação de pais com a situação acontece em todo o Brasil. “Existem pessoas que negam a gravidade do vírus e sabemos que a pressão vem de empresários, mas o que vemos é o crescimento do movimento em grupos de diversos Estados. Somos a favor da vida, afinal esse é o primeiro direito garantido na Constituição”.

O governo estadual já sinalizou que pode voltar atrás na decisão de retomar as aulas em setembro. Em coletiva de imprensa na última quarta-feira (29), o governador informou que o plano de retomada da educação só deve acontecer quando houver segurança para os 3,5 milhões de alunos da rede pública. Segundo Dória, a confirmação da data será feita no dia 8 de agosto, seguindo as recomendações do Centro de Contingência do Coronavírus.

Aulas no Litoral Norte

No Litoral Norte existem 53 mil alunos e 3,5 mil professores na rede pública. Durante o mês de julho, as prefeituras de Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela e Ubatuba iniciaram movimentos para planejar o retorno das aulas. Nas quatro cidades foram formados comitês para definir mecanismos e diretrizes que garantam a segurança sanitária para os membros da comunidade escolar.

Balanço Covid-19

A região registra mais de 3 mil casos confirmados do coronavírus, com quase 100 mortes e 110 pessoas internadas. São Sebastião tem 976 pacientes que testaram positivo para a doença e 19 óbitos. Em Ilhabela, os casos deram um salto e atingem 835 pessoas, sendo oito mortes. Caraguatatuba registra 761 casos e o maior número de óbitos: 69. Na cidade de Ubatuba foram notificados 469 pessoas infectadas e 18 mortes.

No Estado de São Paulo o número de mortes atingiu 22,7 mil pessoas e mais de 529 mil casos confirmados de Covid-19. Dos 645 municípios, houve pelo menos um registro da doença em 640 cidades, sendo 466 com um ou mais óbitos. A taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 65,1%.

7 COMENTÁRIOS

  1. Eu, acho desnecessário as aulas começarem agora, muito perigoso para nossas crianças, ano perdido é pra quem morreu, quem estar vivo ano que vem recupera se Deus quiser 🙏

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui