Homem é multado por manter arara em cativeiro e permanece com o animal

Policiais ambientais não encontraram um local para destinar a ave

0
241
arara canindé
Arara Canindé encontrada em residência em Caraguá (Imagem: PMA)

Uma arara Canindé, sem autorização para criação, foi encontrada dentro de uma gaiola, em uma residência em Caraguatatuba, nesta segunda-feira (6). A Polícia Militar Ambiental esteve no local e multou o responsável, W.A.R., em R$ 500. Porém, o animal silvestre continuou com o proprietário.

- Publicidade -

Segundo os policiais, não havia um local adequado para destinar a ave e, então, designaram o autuado como “fiel depositário” da arara, o que o torna obrigado a zelar pela vida do animal, sob pena de prisão.

Os policiais ambientais verificaram que havia na casa um viveiro para a arara, que estava sem sinais de maus tratos, bem como tinha água e alimentação suficiente, além de espaço e abrigo contra sol e chuva.

A arara foi localizada após denúncia anônima de que a ave estaria em cativeiro no bairro Terralão. No local, W. confirmou a equipe da PM não possuir autorização do órgão competente para criação da arara.

arara no viveiro
A arara estava em um viveiro, sem sinais de maus tratos (Imagem: PMA)

Diante do fato, foi elaborado um auto de infração ambiental ao proprietário, por ter infringido o artigo 25, parágrafo 3°, inciso III, posse de animal silvestre sem autorização. Ele também responderá ainda pelo crime ambiental previsto no artigo 29, parágrafo 1°, inciso III, da lei federal 9605/98.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui