Vereador propõe corte de salários para ajudar famílias de baixa renda

Professor Gleivison Gaspar protocolou ofício na Câmara e pede atitudes de colegas

0
132

Em tempos de novo coronavírus (Covid-19) onde a maioria dos comércios fechou as portas e muitos autônomos não podem ir às ruas, o vereador de São Sebastião, professor Gleivison Gaspar (MDB), protocolou ofício onde propõe que todos os parlamentares cortem 50% dos seus vencimentos para comprar cestas básicas e entregar às famílias em situação vulnerável.

- Publicidade -

Segundo ele, o tempo do benefício seria equivalente ao que durasse o efeito provocado pela pandemia da Covid-19. “Podem falar que é populismo, mas neste momento que vivemos, todos têm de dar sua parcela de contribuição, cortar na própria carne”, disse o professor que, inclusive,  já teria pedido o desconto do seu subsídio.

Hoje, o vencimento do parlamentar é em torno de R$ 7 mil em São Sebastião, mas com descontos fica próximo dos R$ 6 mil.

O presidente da Câmara, Edivaldo Pereira Campos, o Teimoso, informou que o conteúdo do ofício foi passado aos vereadores nesta quarta-feira (25). Mas ele adiantou que o Legislativo não pode reter valores de ninguém.

“A Câmara não pode descontar o dinheiro de ninguém, até porque não tem nenhuma legislação neste sentido. Se ficar algum dinheiro, precisamos devolver para a prefeitura”, conta.

Ainda conforme ele, cada parlamentar pode escolher se quer doar, “mas é uma ação dele, caso queria fazer uma doação voluntária”.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui