FOTO EM FOCO: Festa de Iemanjá

0
147

A Festa de Iemanjá comemorada no dia 2 de fevereiro é popular no Brasil inteiro e reúne milhares de pessoas. Iemanjá é tida como padroeira dos pescadores, rainha do mar e também como a deusa do amor, – a Afrodite brasileira. Pescadores e enamorados a ela sempre recorrem.

- Publicidade -

Essa festa de grande beleza e vibração contagiante, busca agradar Iemanjá e além de atrair fiéis, atrai uma infinidade de admiradores, devotos de religiões diferentes ou até sem qualquer religião. Pedidos lhe são endereçados pelos participantes que a presenteiam com flores, perfumes, velas, frutas, champanhe.

Em Ilhabela ela aconteceu pela segunda vez contando com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Arte e Cultura de Ilhabela, no nobre e bem-vindo esforço de apoiar e valorizar a diversidade cultural e religiosa na cidade.

A pequena e intimista praia do Oscar, no sul da ilha, sediou a festa. Uma grande tenda foi construída para auxiliar a abrilhantar o evento que contou com a participação do grupo de maracatu Marabantu, do grupo Grupo Afro Ilu Ayê Ilhabela e do grupo Kalofé.

Matéria anteriorJovem é flagrada com cocaína no corpo no CDP de Caraguatatuba
Próxima matériaSão Sebastião decreta estado de alerta após fortes chuvas
Márcio Pannunzio
Márcio Pannunzio, que reside em Ilhabela desde 1989, é artista plástico, fotógrafo, ilustrador, cartunista e jornalista. Seu trabalho de artista gráfico correu mundo e conquistou doze prêmios internacionais, entre eles, na XYLON 12 – International Triennial Exhibition of Artistic Relief Printing ( Suíça ), na Biennale Internationale d’Estampe Contemporaine de Trois-Rivières, Première Édition ( Canadá ), no 3º Concurso Internacional de Minigrabado “Ciudad de Ourense” ( Espanha ), na BIMPE V – The Fifth International Biennial Miniature Print Exhibition ( Canadá ), na 1st International Small Engraving Salon Inter – Grabado 2005 ( Uruguai ). No Brasil foi premiado em trinta e nove ocasiões entre elas: no 10º Salão Paulista de Arte Contemporânea, no 50º Salão Paranaense, na 10ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba, no 3º Salão Victor Meirelles, no 2º Salão SESC de Gravura, no 26º Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional – Contemporâneo, no 7º e no 3º Salão UNAMA de Pequenos Formatos, na VIII e na VII Bienal do Recôncavo, na II Bienal da Gravura, na 4ª e na 2ª Bienal de Gravura de Santo André, na 5ª e na 3ª Bienal Nacional de Gravura Olho Latino. Foi bolsista da Fundação Vitae em 2002 e figurou entre os vencedores dos editais ProAc de Artes Visuais de 2008, 2010 e 2011. Realizou trinta e uma individuais, cinco delas no exterior. Pratica a fotografia de rua e investe também no fotojornalismo. É colaborador exclusivo da Istockphoto da Getty Images e parceiro da agência de fotojornalismo Foto Arena. Como jornalista colaborou como articulista na primeira versão do Jornal da Ilha, na Folha da Cidade, na revista por dentro do Baepi. Assina a coluna de opinião foto em foco no Nova Imprensa desde 2016.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui