FOTO EM FOCO: XTerra

0
39
O xterra é um acontecimento tradicional no calendário de eventos da Ilha. Tem o mérito de quebrar a rotina com os seus participantes uniformizados correndo e pedalando pelas ruas da cidade. Há uma prova de natação no canal, na praia do Perequê, sempre acompanhada por um público atento e animado. O bacana dessa competição é o seu caráter democrático, colocando quase que lado a lado, atletas profissionais e atletas amadores. Quase lado a lado porque como uma das fotos revela, a primeira coluna de competidores é formada por gente treinada à exaustão para o melhor desempenho e, para, realmente, sair sempre na frente. 

Aproveito para convidar os leitores do Nova Imprensa, que gentilmente seguem minhas colunas, a visitarem a exposição Congada, na Secretaria Municipal da Cultura de Ilhabela, na Rua Dr. Carvalho, 80, Vila, de domingo a quinta-feira, das 9h às 18h, na sexta-feira das 9h às 22h, e no sábado, das 14h às 22h.

Participo expondo vinte e quatro fotografias emolduradas da Congada de 2014, a última do falecido rei Dito Pilaca e com um vídeo projetado em tela, apresentando duzentas e trinta fotos em formato wide screen da Congada de 2015, com o novo rei Dino. Para quem não puder assistir o vídeo pessoalmente, clique aqui para visualizá-lo na internet.

Vejam e compartilhem, assim ajudando a tornar mais conhecida e valorizada essa manifestação popular belíssima, com uma narrativa inspiradora de transformação redentora.

XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
XTerra
*As imagens publicadas nesta coluna tem os direitos autorais reservados somente ao fotógrafo Márcio Pannunzio e são de total responsabilidade do autor, sendo vetada a cópia e publicação sem autorização do mesmo.

- Publicidade -

Matéria anteriorMel Lisboa desembarca em Caraguá para interpretar Shakespeare
Próxima matériaFOTO EM FOCO: Congada Parte I – A Procissão do Mastro
Márcio Pannunzio
Márcio Pannunzio, que reside em Ilhabela desde 1989, é artista plástico, fotógrafo, ilustrador, cartunista e jornalista. Seu trabalho de artista gráfico correu mundo e conquistou doze prêmios internacionais, entre eles, na XYLON 12 – International Triennial Exhibition of Artistic Relief Printing ( Suíça ), na Biennale Internationale d’Estampe Contemporaine de Trois-Rivières, Première Édition ( Canadá ), no 3º Concurso Internacional de Minigrabado “Ciudad de Ourense” ( Espanha ), na BIMPE V – The Fifth International Biennial Miniature Print Exhibition ( Canadá ), na 1st International Small Engraving Salon Inter – Grabado 2005 ( Uruguai ). No Brasil foi premiado em trinta e nove ocasiões entre elas: no 10º Salão Paulista de Arte Contemporânea, no 50º Salão Paranaense, na 10ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba, no 3º Salão Victor Meirelles, no 2º Salão SESC de Gravura, no 26º Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional – Contemporâneo, no 7º e no 3º Salão UNAMA de Pequenos Formatos, na VIII e na VII Bienal do Recôncavo, na II Bienal da Gravura, na 4ª e na 2ª Bienal de Gravura de Santo André, na 5ª e na 3ª Bienal Nacional de Gravura Olho Latino. Foi bolsista da Fundação Vitae em 2002 e figurou entre os vencedores dos editais ProAc de Artes Visuais de 2008, 2010 e 2011. Realizou trinta e uma individuais, cinco delas no exterior. Pratica a fotografia de rua e investe também no fotojornalismo. É colaborador exclusivo da Istockphoto da Getty Images e parceiro da agência de fotojornalismo Foto Arena. Como jornalista colaborou como articulista na primeira versão do Jornal da Ilha, na Folha da Cidade, na revista por dentro do Baepi. Assina a coluna de opinião foto em foco no Nova Imprensa desde 2016.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui